Eleições 2020: Como a pandemia afeta as candidaturas na Região Oeste?

Entenda os desafios da realização das eleições municipais 2020 e como isso afeta o processo eleitoral

Em 05/09 de 2020

A pandemia da COVID-19 transformou o mundo em 2020. O ano ainda não acabou, mas ainda é necessário conviver com máscaras de proteção, distanciamento social e reforço nos hábitos de higiene. Todas essas novas necessidades não impactaram apenas a rotina de trabalho e convívio social das pessoas, mas também trouxe mudanças para as Eleições 2020.

O calendário eleitoral das Eleições 2020

A primeira grande mudança provocada pela pandemia diz respeito à nova data das eleições 2020. Nesse ano, o primeiro turno irá ocorrer no dia 15 de novembro e o segundo no dia 29 do mesmo mês.

Essa alteração na data das eleições ocorre diante do novo calendário eleitoral divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que estendeu o cronograma em 45 dias, de modo que os prazos relacionados ao processo eleitoral que, anteriormente, venceriam em julho, fossem prorrogados até setembro.

Entre os eventos especificados no novo calendário eleitoral são citados os períodos para a realização de convenções eleitorais e o envio de dados sobre recursos financeiros à Justiça Eleitoral.

Como serão as campanhas nas Eleições 2020?

Outra grande mudança implementada em função da pandemia da COVID-19 está relacionada à nova forma de condução das campanhas para as eleições municipais 2020. Nesse ano, o modelo tradicional de campanha, com eventos presenciais e comunicação corpo a corpo, perdem espaço para as campanhas virtuais, que serão essenciais para que os candidatos vençam as disputas eleitorais.

Por isso, para tentar impedir a divulgação de noticiais falsas, comuns no mundo virtual, as famosas Fake News, o TSE já está investindo em campanhas de conscientização contra a propagação de informações falsas. Além disso, o órgão ainda promove o Programa de Enfrentamento à Desinformação, uma iniciativa que conta com a parceria de 49 instituições que irão trabalhar junto com a Justiça eleitoral para combater a desinformação no processo eleitoral.

Apesar disso, alguns municípios também estabeleceram regras para realização de convenções partidárias presenciais, para escolhas de candidatos e coligações. Em Barreiras, por exemplo, o Decreto Municipal nº 173, determinou que essas convenções devem ser informadas à Secretaria Municipal de Saúde com uma antecedência de 72 horas. Além disso, os participantes das convenções devem respeitar o distanciamento social e utilizar máscaras de proteção.

Vale ressaltar que o TSE segue as recomendações sanitárias das autoridades de saúde e não recomenda esse tipo de evento. Contudo, não haverá uma regulamentação nacional para essas convenções e, portanto, as regras serão de responsabilidade de cada munícipio. Por isso, é importante conferir qual é a regulamentação para a realização desse tipo de evento em cada cidade.

Propaganda Eleitoral

A propaganda eleitoral desse ano se inicia oficialmente no dia 27 de setembro. Porém, em função dos impactos financeiros dessa pandemia e da provável falta de recursos, provavelmente as eleições 2020 serão marcadas por propagandas mais discretas.

Já o horário eleitoral gratuito terá início dia 9 de outubro e deve se estender até 12 de novembro, sendo que o tempo de cada partido será calculado com base na representatividade na Câmara dos Deputados.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.