Secretaria da Educação do Estado realiza série de debates sobre progressão escolar

Iniciativa visa dinamizar diálogo sobre o tema

Em 12/08 de 2019

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) iniciou, na sexta-feira (09), no auditório do órgão, uma série de debates sobre a progressão escolar, intitulada “Caminhos da Aprendizagem”. No primeiro encontro, a convidada foi a professora Maria do Pilar Lacerda, diretora da Fundação Santa Maria (SM) e ex-secretária Nacional de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), que tratou sobre a perspectiva histórica do tema no Brasil. Participaram da discussão estudantes, diretores e coordenadores pedagógicos de 30 escolas estaduais, além de profissionais da educação e gestores da SEC.

O secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, falou da importância da autoavaliação da rede estadual para promover a qualificação na progressão escolar dos estudantes. “Nós não podemos ter medo ou receio de debatermos temas que são relevantes para o fortalecimento da Educação, porque é a partir destes diagnósticos que vamos buscar soluções para promover a progressão dos nossos alunos na Educação Básica. É um direito das crianças e dos jovens a oportunidade desta formação. Apesar de estarmos abertos a ouvir as demandas da comunidade escolar, é nossa obrigação buscar as soluções”, destacou.

A série de debates sobre progressão escolar continua no dia (16), abordando o tema “Perspectiva Ética e Moral”, com o professor Cipriano Luchesi (UFBA); no dia 26/08, sobre “Panorama Mundial”, com a professora Paula Louzano (Faculdade da Educação da UNP Chile); no dia (03) a apresentação será sobre a “Perspectiva educacional”, com professor Ítalo Dutra (UNICEF).

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.