Docentes da UNEB aprovam continuidade da greve e nova contraproposta ao governo

Professores ressaltaram que apesar dos salários cortados, o movimento resiste e segue forte

Em 05/06 de 2019

Em Assembleia, professores da Uneb aprovaram, no final da manhã dessa terça-feira (04), a continuidade da greve e uma nova contraproposta a ser entregue ao governo. À tarde, às 14h, docentes e estudantes da Uneb, Uefs, Uesb e Uesc fizeram uma plenária das universidades estaduais em frente à Secretaria Estadual da Educação (SEC).

Vários professores durante a assembleia ressaltaram que, apesar dos salários cortados, o movimento resiste e segue forte. Ainda segundo os docentes, a nova contraproposta do Movimento Grevista mostra, mais uma vez, a disposição da categoria em avançar na negociação. O novo documento estabelece o que precisa ser atendido pelo governo ainda no período de greve, e o que poderá ser levado à Mesa Permanente de Negociação.

A nova proposta reivindica o pagamento, antes do final da greve, de 5,9% de reajuste no salário base no ano de 2019, sem prejuízo do reajuste linear anual. Posteriormente, para a mesa de negociação, propõe um cronograma para reposição das perdas salarias de 2015 a 2018, ao longo dos próximos quatro anos (até o final de 2022).

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.