Vacina da COVID-19: Resultados parciais mostram que vacina da Johnson & Johnson é segura e induz resposta imune

Resultados referentes às fases 1 e 2 foram satisfatórios e serão utilizados na fase final de testes da vacina

Em 30/09 de 2020

Os resultados parciais referentes às fases 1 e 2 do estudo clínico da vacina da COVID-19 desenvolvida pelo grupo Johnson & Johnson, revelaram que uma única dose dessa vacina induz uma forte resposta imunológica em todas as faixas etárias estudadas, que inclui desde jovens com 18 anos até adultos mais velhos, e pode ser considerada segura para os seres humanos.

Esses resultados foram divulgados na última sexta-feira (25) no repositório online medRxiv, que compartilha manuscritos científicos que ainda não foram avaliados por outros pesquisadores. Isso significa que os resultados iniciais referentes à vacina da COVID-19 produzida pela Johnson & Johnson ainda precisam passar por uma avaliação mais completa para serem confirmados e publicados numa revista científica. Apesar disso, os resultados favoráveis deixaram muita gente animada e repercutiu na imprensa durante essa semana.

Entenda o estudo da vacina americana

Foto: Reprodução CNN Brasil

Em primeiro lugar, é importante lembrar que o objetivo do estudo clínico realizado nas fases 1 e 2 foi avaliar a segurança e efetividade da aplicação de dois níveis diferentes de concentração da vacina contra a COVID-19. Para isso, 796 pessoas participaram da pesquisa, que ocorreu entre 22 de julho e 24 de agosto. Essas pessoas foram divididas em 3 grupos, sendo que 2 tinham voluntários entre 18 a 55 anos, e o terceiro grupo agrupava voluntários com 65 anos de idade ou mais.

Os participantes do estudo foram distribuídos de forma aleatória (randomizada) em cada grupo, sendo que nenhum dos envolvidos na pesquisa, nem os voluntários, nem os pesquisadores, sabiam quem recebeu a vacina e quem recebeu o placebo, que é uma característica do estudo do tipo “duplo-cego”. Parte dos voluntários submetidos à vacinação, receberam apenas uma dose da vacina, enquanto outra parte recebeu duas doses, com o objetivo de avaliar qual seria a dose ideal.

Quais foram os resultados parciais da vacina da COVID-19?

Foto: Reprodução TecMundo

A análise inicial mostrou que a aplicação da dose única apresentou um resultado satisfatório, induziu uma boa resposta imunológica e produziu menos efeitos colaterais nos participantes.

Os resultados também demonstraram que 99% dos participantes, entre 18 e 55 anos de idade, desenvolveram anticorpos detectáveis, e que 98% dos participantes apresentaram anticorpos capazes de neutralizar o vírus da COVID-19 no 29º dia pós-vacinação. Os dados referentes aos idosos com 65 anos de idade ou mais só estavam disponíveis para os 15 primeiros participantes desse grupo. Porém, os resultados também foram satisfatórios em 100% dos casos, com forte resposta imunológica.

Além disso, os resultados também indicaram que os efeitos colaterais produzidos pela vacina da COVID-19 foram leves a moderados e geralmente ocorreram no mesmo dia da vacinação, com sintomas resolvidos no mesmo dia ou no dia seguinte.

Com base nesses resultados, a Johnson & Johnson dará continuidade à fase 3 de estudos clínicos para investigar a efetividade de sua vacina. Nessa fase, 60.000 voluntários de 8 países diferentes vão receber a vacina e serão avaliados, incluindo 8.000 brasileiros.

Seja integrante de nossos grupos de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 01
Falabarreiras Notícias 02

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.