04/novembro/2013- Atualizado em 04/11/2013 21:14:26

Comitiva baiana busca investimentos para o setor de leite e derivados em missão italiana

Por: Viviane Cruz

01Aproximar empresários baianos e europeus especialistas na produção de laticínios, promovendo o intercâmbio tecnológico e a prospecção de novas parcerias produtivas e comerciais com o Estado da Bahia foi o objetivo da Missão Técnica e Empresarial do Setor de Leite e Derivados, composta por 12 empresários do setor, que percorreu as cidades italianas de Milão, Lodi, Mantova e Cremona, no final do mês de outubro, a convite da Promos Milano – Agência Especial da Câmara de Comércio para Internacionalização. “A Itália, berço da produção agroalimentar, vai sediar em 2015, a ‘Feeding the Planet’ – exposição mundial do segmento de alimentos que recebe participantes de todos os países, e a Bahia deverá participar deste evento mundial, ressaltou o superintendente de Atração de Investimentos da Secretaria da Agricultura (Seagri), Jairo Vaz, que integrou a comitiva.

Também participaram da missão o diretor da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) e p
residente do Sindicato das Indústrias de Laticínios e Produtos Derivados do Leite (Sindileite), Paulo Cintra e da coordenadora do Centro de Negócios Internacionais da Fieb, Patrícia Orrico. Em seis dias de viagem eles visitaram indústrias de laticínios da província Italiana de Lombardia, região famosa pela produção dos queijos “Grana Padano e Parmigianno Reggiano”

A comitiva cumpriu ainda, uma extensa agenda com visitas a centros de pesquisa e de referência tecnológica, indústrias de processamento de leite, reuniões empresariais, seminários técnicos, além de participar da 68ª Fiera Internazionale del Bovino da Latte, o evento mais importante para o setor lácteo na Itália, que conta com exposição de equipamentos de alta tecnologia para a produção, distribuição e transformação de leite e produção de queijos.

De acordo com o presidente do Sindileite, a missão fará com que os empresários do setor lácteo conheçam as inovações tecnológicas e realizem parcerias comerciais. “É bom para todos nós, que trabalhamos com esse segmento, conhecer as tecnologias que são aplicadas nas indústrias europeias, pois sabemos que é o continente que possui mais avanços no setor de laticínios”, afirmou Cintra.

O evento é realizado pelo CIN – Centro Internacional de Negócios, juntamente com a FIEB – Federação das Indústrias do Estado da Bahia, com o Sindileite – BA e com o SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e pequenas empresas. A viagem conta com o apoio da APEX-Brasil – Agência Brasileira de Promoções das Exportações e Investimentos – e do Governo Federal e tem como principal objetivo aproximar os empresários baianos do mercado europeu de laticínios.

02

Fonte: Ascom Seagri

 

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!