15/maio/2014- Atualizado em 15/05/2014 20:08:38

Comitê de Segurança discute ações para a Copa do Mundo na Bahia

Secom Bahia | Fotos: Elói Corrêa

01As ações para a segurança da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 na Bahia já começaram, apesar da abertura oficial do evento só acontecer no dia 12 de junho. Nesta quinta-feira (15), na sede do Parque Tecnológico da Bahia, em Salvador, foi realizada a primeira reunião do Comitê Executivo de Segurança Integrado Regional (Cesir), que vai comandar as atividades para o setor no estado, desde o planejamento antes e até depois do término do mundial.

O comitê é formado por três instâncias – Segurança Pública, comandado pelo secretário estadual Maurício Barbosa, Defesa, pelo vice-almirante do 2º Distrito Naval, Luiz Henrique Caroli, e Polícia Federal, pelo superintendente da Polícia Federal na Bahia, César Augusto Toselli.

Coordenado pela Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP), o comitê tem o propósito de garantir que o Mundial de Futebol ocorra com tranquilidade. Para isso, cada um dos envolvidos nas ações, incluindo as polícias Civil, Militar e Rodoviária, além de agentes municipais de trânsito e ordem pública, vão trabalhar de maneira integrada. Juntos, irão resguardar não somente o estádio, mas toda a estrutura ligada à Copa, como hotéis, estradas, espaços de exibição dos jogos, rodoviária, portos e aeroportos.

O secretário Maurício Barbosa acredita na capacidade do estado em garantir o bem-estar de os baianos e turistas durante o Mundial. “A segurança da Bahia em grandes eventos já foi muito bem avaliada em outros episódios, como na Copa das Confederações e no sorteio final da Copa do Mundo [na Costa do Sauípe]. Portanto, agora não será diferente”.

Relatório
Além de outros efetivos, estarão trabalhando diretamente na segurança do Mundial cerca de 2.300 homens das Forças Armadas, incluindo Exército, Marinha e Força Aérea Brasileira, mais de 18 mil policiais militares e bombeiros e aproximadamente 1.500 agentes da Polícia Civil. Para planejar essas ações, o comitê vai se reunir semanalmente e durante os dias de jogos na capital baiana. Depois do Mundial, os trabalhos devem ser registrados em um relatório elaborado por integrantes do Cesir. Além de Salvador, outras estratégias também foram montadas para as cidades que receberão as delegações como Mata de São João, Santa Cruz Cabrália e Porto Seguro.

Tags:

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!