16/outubro/2013- Atualizado em 16/10/2013 20:16:59

Com mais de 48 mil novos empregos em 2013, Bahia continua líder no Nordeste

teste-interno2Com 48.350 novos postos de trabalho criados entre janeiro e setembro de 2013, a Bahia segue líder absoluta na geração de empregos na região Nordeste do Brasil, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (16) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego. No mesmo período foram gerados +33.404 empregos no Ceará e +16.074 em Pernambuco.

De acordo com os números do Caged, em setembro de 2013, na Bahia, foram criados 6.203 empregos celetistas, o maior saldo dos últimos três anos, equivalente à elevação de 0,35% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do mês de agosto do mesmo ano. O resultado decorreu principalmente da expansão do emprego na Construção Civil (+3.445 postos) e no Comércio (+3.078 postos).

Ainda na série com ajustes, nos últimos 12 meses, verificou-se crescimento de 2,14% no nível de emprego ou geração de 37.523 postos de trabalho.

Fonte: Secom Bahia

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

1 Comentário

  1. Amenze disse:

    As energias renove1veis sf3 esitxem porque se3o financiadas com dinheiros do contribuinte. Grabriel Calzada mostrou-o num estudo que fez e ate9 agora ningue9m desmontou objectivamente.A comercializae7e3o de emissf5es e9 um mercado da droga moderno e deve acabar.O desvio destas verbas sf3 retira financiamento a outras actividades econf3micas. Quando se compra um litro de gasolina sabemos que tem um custo real: petroleiros, destilae7e3o, transporte, etc tudo inclueddo coisa que ne3o acontece com as renove1veis.Os carroceiros, correieiros, etc foram acabando pela imposie7e3o, sem financiamento pfablico, da indfastria automf3vel tal como foi substituedda pacificamente a me1quina fotogre1fica analf3gica pela digital, os fardos de palha pela gasolina e pelo gasf3leo, a tocha pelo candeeiro a petrf3leo e o candeeiro a petrf3leo pela le2mpada incandescente e provavelmente dentro de algum tempo a le2mpada incandescente pelos LEDs.Ningue9m impf4s a diskette, nem o CD, nem o DVD: ganharam espae7o pela sua vantagem.As energias renove1veis este3o ser impostas e ve3o ser uma bolha como as dotcom. E se as energias forem boas pois o Eurico que invista nelas para ver aquilo que ganha com esta “indfastria”: eu fiz as contas e e9 arrepiante. Se fosse lucrativa mais pessoas investiriam e ne3o os poucos lorpas que vejo por aed.Uma ce9lula fotovoltaica que entra em funcionamento je1 traz o de9ficit de 5 anos de emissf5es de carbono e usa imensos recursos naturais (siledcio, vidro, cobre e variados metais extraeddos e transportados igualmente) que se3o uma sucata tecnolf3gica ao fim de 20 anos (5 anos antes de ser pago o investimento).O fanico investimento realmente rente1vel e9 o painel para energia te9rmica solar. Ao fim de 5 anos este1 pago e recomendo a todos.O resto, no estado actual da tecnologia, se3o histf3rias da carochinha para enriquecer clientelas partide1rias.As novas tecnologias ne3o se impf5em pela fore7a mas sim pelas vantagens no mercado livre.

Deixe o seu comentário!