03/outubro/2013- Atualizado em 03/10/2013 22:20:09

Cesta Básica em Salvador tem alta de 12,79% em 2013

O custo da cesta básica em Salvador registrou alta de 12,79% entre janeiro e setembro de 2013. A maior entre as 18 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Já no acumulado dos últimos 12 meses (de outubro de 2012 a setembro de 2013) a alta é de 17,66%. Em setembro, o valor da cesta básica reduziu 0,54% comparado com agosto, na capital baiana.

A cesta básica em Salvador fechou setembro valendo R$ 256,16 e cinco dos 12 produtos que compõem a pesquisa (Carne, Leite, Feijão, Arroz, Farinha de Mandioca, Tomate, Pão, Café, Banana, Açúcar, Óleo e Manteiga) foram os responsáveis pela redução de preço no mês. O tomate caiu 23%, o arroz 11,23%, o feijão 7,19%, o pão 2,17% e a carne 0,18%. As maiores altas foram da banana 23,68% e do café 10,26%.

A cesta mais cara do país é a de São Paulo (SP), com valor de R$ 312,07, seguida pela de Porto Alegre (RS), R$ 311,34. A cesta mais em conta é a de Aracaju (SE), onde o preço médio é de R$ 220,68.

No acumulado do ano, entre janeiro e setembro, o preço da cesta teve alta em 16 das 18 capitais analisadas. Houve queda em Florianópolis (-3,09%) e em Goiânia (-1,97%). Entre as que tiveram alta, Salvador é seguida por Natal (10,08%).

Segundo a Constituição Federal, o salário mínimo deve suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. Diante disso, o Dieese calcula que o salário mínimo deveria ser R$ 2.621,70 em setembro, ou seja, 3,87 vezes maior do que mínimo em vigor no país, que é de R$ 678,00.

Fonte: A Tarde

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!