23/janeiro/2019- Atualizado em 22/01/2019 15:43:09

Cerrado baiano no menu de verão de Marina Sabino

A chef Marina Sabino e seu polvo com maxixe e vinagrete: entrada de verão | Foto: Helena Omena

Frutas sazonais e carnes de bode e de pato despontam no cardápio do restaurante da chef, no Oeste da Bahia

As frutas presentes no cerrado norteiam o cardápio de verão criado pela chef Marina Sabino, do restaurante Casa Marina, em Barreiras, Bahia. Umbu, seriguela, acerola, cajarana, biri-biri e pequi estão nos pratos do menu da temporada, em criações que resgatam o melhor que o bioma oferece. Além das frutas, as carnes de bode e de pato de terreiro (criado solto, à semelhança da galinha caipira) e peixes de rio são outros ingredientes que demonstram a busca de Marina por produtos ofertados por criadores e extrativistas do cerrado baiano. “Continuo a procura por pequenos produtores da região, que têm muito a oferecer”, diz a chef.

Entre os destaques está a refrescante entrada de polvo com maxixe e umbu, onde a fruta oferece acidez e frescor ao prato, em um surpreendente vinagrete. Vem à mesa acompanhada pelo trio de pães (pão de queijo baiano, tapioca e pão da casa). “O pão de queijo baiano é minha variante do pão de queijo tradicional, com cuscuz de milho em sua massa”, explica Marina.

Moqueca de bode, feijão-verde e biri-biri, fruta cultivada nos quintais dos pequenos produtores do cerrado da Bahia | Foto: Helena Omena

O novo menu também abriu espaço para as saborosas carnes de bode (moqueca de bode, feijão-verde e biri-biri) e de pato (ragu de pato de terreiro com pequi e nhoque de mandioca), além da ova de peixe de rio, que aparece no espaguete nero com açafrão-da-terra.

Já a suculenta e aromática cajarana surge em forma de sorvete, e o cacau do cerrado está em três texturas de chocolate, as novas sobremesas do menu deste verão.

Marina com seleção de frutinhas da época; no alto, ragu de pato de terreiro com pequi e nhoque de mandioca; e acima, polvo com maxixe e umbu | Fotos: Helena Omena

Sobre a chef
Nascida em Barreiras, no Oeste da Bahia, a chef Marina Sabino, 32 anos, deixou sua cidade natal na adolescência para terminar os estudos em São Paulo. Na capital paulista, formou-se em Engenharia de Alimentos, mas sua paixão pela culinária levou-a às salas do Senac Santo Amaro, onde se pós-graduou em Cozinheiro Chef Internacional. Após trabalhar em restaurantes da cidade, partiu para uma temporada em um navio de cruzeiro no Mediterrâneo e Mar do Norte. De volta a São Paulo, trabalhou em restaurantes e estagiou com o chef Laurent Suaudeau. Há cinco anos, retornou para sua cidade natal e em 2016 abriu seu restaurante, Casa Marina, onde apresenta um menu sazonal de culinária brasileira a partir de pesquisas com ingredientes e produtores da região. Neste ano, participou do The Taste Brasil 4 (time André Mifano), do qual foi finalista.

Casa Marina – Cozinha do cerrado baiano assinada pela chef Marina Sabino. Rua Capitão Manoel Miranda, 687, Barreiras, Bahia. Tel.: 77 3021-2818. De seg. a sáb., das 11h30 às 15h e das 19h às 23h.

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!