31/julho/2018- Atualizado em 31/07/2018 17:10:22

Centro Histórico de Barreiras será o cartão postal da cidade

Osmar Ribeiro*

Os moradores, comerciantes e frequentadores do Centro Histórico de Barreiras, presenciaram na quarta-feira (25), no Centro Cultural Rivelino Silva de Carvalho a apresentação do Pré-Projeto de Requalificação do local

Maquete do pré-projeto de requalificação do Centro Histórico de Barreiras

Os presentes puderam vislumbrar como ficará o Centro Histórico depois das intervenções de requalificação contempladas no pré-projeto arquitetônico apresentado pela arquiteta Luiza Carvalho.

Praça Cel. Antônio Balbino
A Praça Cel. Antônio Balbino foi projetada para se tornar um espaço que atraia famílias, considerando principalmente os idosos e crianças, com parque infantil, área de jogos. O espaço receberá dois modernos quiosques e um projeto específico com palco para uso cultural.

Arquiteta Luiza Carvalho apresenta seu pré-projeto à população barreirense | Foto: Dircom Barreiras

Praça Landulfo Alves
A Praça Landulfo Alves receberá um monumento alusivo à ferradura do Rio Grande, mantendo uma área de contemplação que ficará entre o prédio da Sertaneja – onde hoje funciona o Senac – e o Mercado Cultural Caparrosa, com arborização de palmeiras e fonte com jatos d’água. Na parte superior, a arborização e um estacionamento compartilhado farão parte da estrutura, que proporcionará um espaço amplo para que as pessoas possam admirar o Rio e os prédios históricos.

Mercado Caparrosa
A parte interna do Mercado Cultural Caparrosa ganhará banheiros acessíveis e abrigará a comercialização de produtos diversos e típicos da região. O entorno do Mercado (Praça Bailon Boa Ventura), ganhará arborização, pergolados e coberturas e um deque elevado. Nos becos que ligam as ruas paralelas ao centro histórico, será um espaço voltado para instalações e explorações artísticas.

Segundo a arquiteta Luiza Carvalho, o objetivo do projeto é ser plural e coletivo, levando em consideração as diretrizes urbanísticas e os critérios de qualidade de vida, como: a oferta de áreas de lazer para famílias, espaços prioritários para pedestres, ruas compartilhadas, locais específicos para estacionamento, preservação do patrimônio histórico, acessibilidade plena, valorização do Rio Grande e outras diretrizes.

* Com informações da Dircom Barreiras

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!