24/dezembro/2018- Atualizado em 24/12/2018 13:35:35

Cartilha fomenta regularização ambiental na região do Matopiba

Anna Brinquedo | Ascom Aiba

Cientes do desafio de produzir cada vez mais utilizando menos recursos naturais, os agricultores do Matopiba (confluência entre os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) reafirmam o seu compromisso com o Meio Ambiente. Para ajuda-los nesta missão, acaba de ser lançada a Cartilha sobre Regularização Ambiental de Propriedades Rurais da Bahia. A publicação foi elaborada pela equipe técnica da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) com o intuito de orientar a categoria na adoção de práticas conservacionistas.

Esta é a terceira edição da cartilha, que inicialmente tinha foco regional e depois estadual. Com a nova edição, a publicação foi ampliada e agora contempla os estados situados nesta que é considerada a última fronteira agrícola do País.

Para o presidente da Aiba, Celestino Zanella, que também é produtor rural, este material traz, de maneira clara e objetiva, as regras para cumprimento do Código Florestal Brasileiro. “Com esta importante ação não somente para a Bahia, mas para outros estados do Brasil, as associações saem na frente no que se refere à sustentabilidade ambiental, destacando que o fomento da regularização ambiental vem demostrando o quanto o produtor rural tem conservado em suas propriedades rurais no Brasil, tornando-se um exemplo para o mundo.

Já o agricultor Júlio Busato, presidente da Abapa e vice-presidente da Abrapa, destacou a importância da cartilha para o produtor rural. “A categoria já se preocupa em preservar o meio ambiente, mas a partir do momento em que se tem um material de consulta para orientá-la corretamente e com embasamento na legislação isso se torna ainda mais amplo”, disse, acrescentando que a publicação deste material vinculado às associações de classe só confirma o compromisso do setor com o cumprimento das leis ambientais e na adoção de boas práticas agrícolas, não somente na Bahia, mas em seus estados limítrofes, Maranhão Tocantins e Piauí.

A elaboração da Cartilha faz parte das ações do Centro de Apoio à Regularização Ambiental da Aiba, implantado em parceria com a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA) e do Fundeagro, além do apoio da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), do Programa Soja Plus e da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove).

De acordo com Alessandra Chaves, diretora de Meio Ambiente da Aiba e idealizadora do material, a repercussão das duas primeiras versões foi tão positiva que o próprio público requisitou a adaptação da cartilha às características dos quatro estados.

“A Cartilha traz esclarecimentos sobre a adesão ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) e a implementação do Programa de Regularização Ambiental (PRA), conforme estabelecidos em legislação federal e estadual. Para atender a expectativa de diferentes públicos, optamos por fazê-la bilíngue, uma vez que pretendemos atingir também os investidores internacionais, empresas certificadoras, Ong’s e outros segmentos com interesse também no Matopiba. Esperamos que a nova publicação possa ampliar o conhecimento não somente do produtor rural, mas também de assessorias técnicas e jurídicas, uma vez que o material traz um compilado de informações sobre a legislação ambiental no Brasil”, explica.

A publicação é gratuita, e destinada a produtores rurais, consultores, representantes de órgãos públicos e estudantes de cursos agrotécnicos, com o intuito de orientá-los sobre o cumprimento das legislações ambientais vigentes.

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!