19/julho/2014- Atualizado em 19/07/2014 12:09:27

Barreiras sanitárias móveis são destaques no primeiro semestre na Bahia

Josalto Alves | Ascom Adab

Foto: reprodução 5rpmon.blogspot.com

Foto: reprodução 5rpmon.blogspot.com

Com 450 barreiras sanitárias móveis realizadas em todo Estado, a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri), realizou uma grande mobilização de fiscalização neste primeiro semestre de 2014. A Agência buscou coibir o trânsito irregular de animais, vegetais e de produtos de origem animal impróprios para consumo humano. Este resultado foi destaque no modelo de gerenciamento das atividades técnicas implantado no início deste ano, com o objetivo de apresentar para a sociedade dados mais fidedignos e completos das ações de defesa agropecuária.

Esse número representa uma média de cinco barreiras móveis realizadas por mês em cada região da Bahia, já que a Adab divide o Estado em 15 coordenadorias regionais, além dos postos fixos implantados em pontos estratégicos das rodovias que fiscalizam o trânsito agropecuário. Os números, atrelados à vigilância epidemiológica e sanitária, vacinação animal, educação sanitária, inspeção industrial e combate à clandestinidade, compõem a atividade de defesa agropecuária.

De acordo com o diretor geral da Adab, Paulo Emílio Torres, esta atividade é considerada de extrema importância para evitar a introdução ou a reintrodução de pragas e doenças de importância econômica à agropecuária, “sendo necessário, cada vez mais, o fortalecimento do sistema de fiscalização móvel e fixa, como ação defesa para disciplinar o trânsito de animais, vegetais e produtos de origem animal, garantindo assim a segurança sanitária da agropecuária e do consumidor”, disse.

As iniciativas da Coordenação de Barreiras Sanitárias e das Coordenadorias Regionais, com apoio das Diretorias Técnicas, têm contribuído para coibir o trânsito e o comércio ilegal de produtos de origem clandestina nas estradas estaduais e federais em território baiano.

Tags:

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!