Sessão Itinerante da Alba debate infraestrutura, meio ambiente e agricultura familiar, na Bahia Farm Show

“A Bahia Farm Show é um espaço que merece essa sessão itinerante, porque tem a presença do grande do médio e o pequeno, com o espaço adequado para que cada um apresente de suas demandas”

Em 29/05 de 2019

Araticum Comunicação

A Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) realizou, por mais um ano, a sessão itinerante na Bahia Farm Show, nesta terça-feira (28). O encontro teve a participação de parlamentares baianos, representantes de sindicatos, da companhia elétrica que atende a região e dos secretários estaduais Josias Gomes, de Desenvolvimento Agrário, e da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura, Lucas Costa. Diversos temas foram debatidos, com destaque para os editais do Programa Bahia Produtiva, que disponibiliza financiamento para pequenos produtores; as demandas por energia e estradas e suas implicações no desenvolvimento do agronegócio, além de questões sobre fiscalização ambiental e investimentos na preservação do meio ambiente.

O deputado Eduardo Sales (PP) esteve presente em todas as edições da Bahia Farm Show. Ele lembrou, durante a sessão, dos desafios dos agricultores do cerrado baiano, mas enfatizou a força do setor agrícola. “Nós sabemos das dificuldades que vocês têm, mas eu conheço os 417 municípios da Bahia e vejo que esse Estado tem potencialidades enormes, produz cacau, café, milho, frutas, soja, feijão, algodão e tantas outras culturas. Por isso temos que trabalhar mais para favorecer o trabalho desses produtores”, disse.

Vitor Bonfim (PR) afirmou que acredita na agropecuária como protagonista da economia nacional. “Estamos entrando no quarto ano de depressão econômica, mas o agronegócio tem mostrado que nós podemos vencer essa crise com muito trabalho e investimentos na produção. Esse setor indica a solução para avançarmos cada vez mais, com os produtores fazendo o esforço que já faz parte dessa atividade e o Estado cumprindo o papel que lhe cabe, com a construção e manutenção de estradas, criando incentivos para a ampliação das redes elétrica e hídrica, e disponibilizando financiamentos”, declarou.

O secretário estadual de Desenvolvimento Agrário, Josias Gomes, tratou dos investimentos em editais do Programa Bahia Produtiva. “Os seis editais lançados pelo Governo do Estado contemplaram associações de produção de leite e derivados com um investimento de R$ 3,5 milhões. Esse recurso vai atender os pleitos das associações. Uns querem comprar um caminhão baú, outros querem resfriadores, e outros vão montar um laticínio industrial. Esse mesmo investimento tem sido feito em outros setores, porque entendemos que é nosso dever conhecer a realidade do nosso povo e contribuir para que todos tenham oportunidades”, informou.

A deputada Jusmari Oliveira (PSD), presidente da Comissão de Agricultura da Alba, sugeriu que seja feito o zoneamento do cacau na região Oeste, para permitir que os produtores obtenham financiamentos. Ela tratou também da criação de um instrumento – selo – que permita a venda de produtos oriundos das pequenas agroindústrias. “Precisamos dar ao pequeno produtor a condição de vender seus produtos, pois a comercialização é um importante gargalo para o crescimento da agricultura familiar. A Bahia Farm Show é um espaço que merece essa sessão itinerante, porque tem a presença do grande do médio e o pequeno, com o espaço adequado para que cada um apresente de suas demandas”, declarou.

Representando a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), o produtor rural e também diretor da Bahia Farm Show, Luiz Pradella, fez uma reflexão sobre o uso de defensivos e o interesse dos produtores em proteger a natureza. “A gente se entristece quando vê o setor sendo corroído por desinformação, porque a gente sabe que isso desafia o crescimento de novas técnicas. Um exemplo disso é a liberação de alguns produtos fitossanitários, que têm a mesma formulação de produtos que encontramos na farmácia, mas o uso na agricultura é dificultado. Não há quem produza algum alimento sem os recursos naturais, como a água e o solo. Por conta disso, o agricultor é o maior interessado em preservar”, definiu. O secretário estadual de Meio Ambiente, João Carlos Oliveira, corroborou a informação, ressaltando que é necessário criar uma agenda positiva acerca do tema na região, “porque meio ambiente não é só fiscalização e punição”, sentenciou.

SERVIÇO:
Bahia Farm Show 2019
Data: 28 de maio a 01 de junho
Local: Complexo Bahia Farm Show: BA 020/242, km 535 – Luís Eduardo Magalhães – Bahia

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.