25/fevereiro/2017- Atualizado em 25/02/2017 11:23:39

Associação completa 17 anos em defesa dos agricultores da mais nova fronteira agrícola brasileira, Matopiba

Araticum

Associacao-completa-17-anos-em-defesa-dos-agricultores-da-mais-nova-fronteira-agricola-brasileira,-Matopiba-01Na quarta-feira (22), a Associação dos Produtores Rurais da Chapada das Mangabeiras (Aprochama) completou 17 anos de atuação em prol dos anseios dos agricultores da última fronteira agrícola do Brasil, o Matopiba. A instituição abrange associados das áreas conhecidas como Coaceral, Novo Horizonte e Sul Colonização, além da Chapada das Mangabeiras. Juntos, os agricultores respondem por uma área total de mais de 400 mil ha, com mais de 200 mil ha em produção e em franco processo de crescimento.

Inicialmente com sede instalada em Barreiras do Piauí (PI), a Aprochama foi criada para integrar os produtores e diluir os custos no beneficiamento da produção agrícola. Em nova fase, já com a mudança da sede prevista para Formosa do Rio Preto (BA), a instituição continua buscando a melhoria das condições de trabalho e vida dos produtores e, segundo o atual presidente, Edson Fernando Zago, a associação mantém a sua diretriz e se desenvolve em resposta aos anseios dos produtores e suas famílias, sempre buscando melhores condições de trabalho, de infraestrutura e de qualidade de vida para toda a sociedade, além de contribuir para que essa atividade tão importante seja valorizada.

A instabilidade jurídica que muitos produtores desta região estão enfrentando é outra prioridade para a Aprochama, por se tratar de uma questão que impacta negativamente no resultado da produção agrícola da Bahia. Hoje a instituição busca o apoio e parceria dos governos municipais e estaduais para criar uma lei que prevê a regularização fundiária das terras do Estado da Bahia, a exemplo do Estado vizinho, Piauí, que decretou a lei 6.709/2015, e que vem garantindo a segurança para os agricultores e para os assentamentos rurais.

A melhoria da infraestrutura, com a recuperação e abertura de novas estradas para acesso às fazendas e escoamento da produção agrícola, e a instalação da rede de energia elétrica também fazem parte da pauta de reivindicações da Aprochama. Recentemente, o resultado de um dos pedidos foi atendido pelo Governo do Estado da Bahia que entregou o trecho da BA 225, que liga a BR 135 a Coaceral, totalmente recuperado. A via é uma das mais importantes para o escoamento da produção agrícola e há tempos não passava por manutenção.

Tags:

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!