Produção de trigo é uma das grandes apostas no Oeste Baiano

A produção do trigo na região Oeste tem apresentado uma produtividade superior a observada em outras áreas do país

Em 12/10 de 2020

O Oeste da Bahia pode contribuir para autossuficiência do trigo no Brasil | Foto: Reprodução Agro News Brazil

A Região Oeste da Bahia ficou conhecida pela presença de grandes áreas de terra destinadas ao cultivo de soja, milho e algodão, que apresentam uma elevada produção agrícola. Fugindo dessas plantações tradicionais, muitos produtores também começaram a investir em novas culturas, como na produção de trigo, que não é muito comum no Nordeste do país.

No Oeste Baiano, entretanto, a produtividade do trigo tem surpreendido os agricultores e mostrado que o investimento no plantio dessa cultura pode ser benéfico não só para o agricultor, mas também para o consumidor brasileiro, que precisa da farinha para produzir diversos pratos importantes para a dieta local.

Entenda a importância da produção de trigo no Brasil

Antes de apresentar o trigo no cenário brasileiro, é importante mostrar sua relevância a nível mundial. Afinal, o trigo é um dos cereais mais importantes do mundo, tanto em função da sua importância econômica, quanto por causa da sua relevância alimentícia. Alguns especialistas acreditam que as primeiras lavouras de trigo datam de 9.500 A.C., ou seja, trata-se de um alimento cultivado e consumido há muito tempo.

Desde então, a produção e o consumo do cereal não pararam de crescer. Somente em 2019, a produção mundial de trigo foi de aproximadamente 764 milhões de toneladas, utilizados, posteriormente, na confecção de pães, massas e bolos, entre outros alimentos, com variedades que dependem da cultura local.

No Brasil, a expectativa é que a safra brasileira de trigo supere as 7 milhões de toneladas em 2020, atingindo um recorde nacional, caso as condições climáticas permaneçam favoráveis até a colheita. Mesmo assim, a produção nacional não conseguirá suprir a demanda de consumo do país. Somente a indústria de alimentos deve consumir cerca de 12 milhões de toneladas de trigo, o que significa que o Brasil precisa importar trigo para abastecer o mercado nacional.

Esses dados indicam que existe uma grande demanda por esse cereal no mercado interno e que investir da produção de trigo também implica no fortalecimento da segurança alimentar do brasileiro, que consome vários produtos originários do trigo.

A produção de trigo no Oeste Baiano

Apesar de não ser comum na região, o trigo tem apresentado fácil adaptação no Oeste Baiano. De acordo com dados da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (AIBA), atualmente 3 mil hectares de trigo são plantados em áreas irrigadas na região. Mas o que chama a atenção mesmo é a produtividade da região, que chega a seis toneladas por hectare, o que representa o dobro da produtividade da região.

O trigo no Oeste da Bahia está em expansão | Foto: Reprodução Agência Sertão

Leonel Ferreira, responsável pela equipe de campo de uma propriedade de produção de trigo da região, acredita que, além da produtividade, o trigo regional chama a atenção por sua qualidade, fator importante para a indústria de alimentos, o que incentiva o investimento no plantio do trigo no Oeste Baiano.

“Uma boa opção, no caso do cerrado, principalmente nessas áreas irrigadas, é que a gente consiga elevar esse número de produtores a plantar o trigo, porque o país depende muito da importação desse cereal. E nós conseguimos atingir a produtividade bem superior do que os produtores do Rio Grande do Sul, na região Sul. Quem sabe, num futuro, espero que próximo, nós teremos a cultura de trigo produzindo, praticamente, cem por cento do que a gente consome”, declarou Leonel sobre o assunto.

Caso o investimento nesse cultivo continue crescendo, é possível que, um dia, o país se torne independente na produção desse cereal, como deseja Leonel.

Veja no vídeo abaixo, reportagem realizada pela Aiba e veiculada no programa Conect Agro sobre a produção de trigo no oeste baiano:

Seja integrante de nossos grupos de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 02
Falabarreiras Notícias 20

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.