Oziel Oliveira sugeriu ao ministro da Agricultura nova legislação de defensivos agrícolas

O deputado federal Oziel Oliveira (PDT-BA), junto com a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), se reuniu, na tarde desta quarta-feira (20), com o ministro da Agricultura, Antônio Andrade. O grupo de parlamentares foram apresentar ao ministro propostas para uma nova legislação dos defensivos agrícolas. Para o parlamentar, que também é integrante da Comissão de Agricultura […]

Em 20/11 de 2013

01O deputado federal Oziel Oliveira (PDT-BA), junto com a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), se reuniu, na tarde desta quarta-feira (20), com o ministro da Agricultura, Antônio Andrade. O grupo de parlamentares foram apresentar ao ministro propostas para uma nova legislação dos defensivos agrícolas.

Para o parlamentar, que também é integrante da Comissão de Agricultura da Câmara, os produtores rurais carecem de uma legislação especifica para o setor. “Todo o setor agrícola é muito dependente de defensivos agrícolas. Tivemos uma grande vitória recente que foi a flexibilização na importação de defensivos em casos que sejam declarados “estado de emergência”, mas necessitamos de uma legislação moderna e ágil e que atenda todo o segmento, e o ministro Antônio Andrade tem se mostrado um grande parceiro”, avaliou Oziel.

Defensivos agrícolas são produtos químicos ou biológicos usados na agricultura cuja finalidade é a proteção contra a ação de seres vivos considerados nocivos, como pragas, insetos, plantas daninhas, ácaros e fungos.

A indústria de defensivos agrícolas movimentou US$ 9,710 bilhões em 2012. Atualmente, o setor gera em torno de 10 mil empregos diretos e 50 mil indiretos.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.