EBDA insemina com sucesso 300 matrizes da agricultura familiar em Santa Maria da Vitória

EBDA/Assimp Os Agricultores familiares de Santa Maria da Vitória que tiveram suas vacas inseminadas, neste mês de fevereiro, já podem esperar o aumento da lucratividade da sua produção leiteira. A Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura (Seagri), em parceria com a Prefeitura Municipal, inseminou 300 matrizes, em diversas localidades do […]

Em 24/02 de 2014

EBDA/Assimp

01Os Agricultores familiares de Santa Maria da Vitória que tiveram suas vacas inseminadas, neste mês de fevereiro, já podem esperar o aumento da lucratividade da sua produção leiteira. A Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura (Seagri), em parceria com a Prefeitura Municipal, inseminou 300 matrizes, em diversas localidades do município, através da técnica de Inseminação Artificial por Tempo Fixo (IATF).

Esta ação faz parte do Programa de Melhoramento Genético do Rebanho da Agricultura Familiar, desenvolvido e executado pela EBDA, que têm como objetivo melhorar a qualidade genética do rebanho, para a produção de leite. A coordenação dos trabalhos é da Diretoria de Pecuária da Empresa, que disponibilizou veterinários e técnicos capacitados para o acompanhamento das atividades em Santa Maria.

O diretor de Pecuária, Marcelo Matos, comenta que a técnica de IATF beneficiará significativamente a agricultura familiar local, pois é toda acompanhada por técnicos capacitados. “As ações de IATF, prestadas pela EBDA, são gratuitas e têm o acompanhamento e supervisão de técnicos especialistas em melhoramento genético e produção de leite, que adotam técnicas avançadas para o desenvolvimento e expansão da bovinocultura de leite”, comentou o diretor.

O prefeito de Santa Maria, Amário dos Santos Santana, comenta que o município tem potencial agrícola e pecuário e que essa ação é positiva para os agricultores familiares. “Firmamos uma parceria importante para os nossos agricultores, e esperamos que outras unidades familiares também possam aderir a este Programa e assim triplicar o número inicial de inseminação. Nossa perspectiva é que Santa Maria se torne uma grande bacia leiteira, gerando emprego e renda para nossos agricultores”, disse Santana.

Segundo o agrônomo da EBDA, Ademar Reis Filho, que também é um dos coordenadores do Programa, a utilização do sêmen de touros selecionados, dos plantéis da EBDA – das raças Gir e Guzerá leiteiros, provenientes das estações experimentais da empresa -, permite a potencialização do material genético disponibilizado, já que um reprodutor, através de monta natural, produziria 50 bezerros/ano, e através da coleta de sêmen podem ser obtidos mais de 5.000 bezerros, no mesmo intervalo de tempo. “Com essa tecnologia, é possível aumentar significativamente o número de bezerros com padrão genético de qualidade, próprio para produção de leite”, afirma Ademar.

Técnica de IATF
A técnica de Inseminação Artificial por Tempo Fixo (IATF) vem sendo utilizada com sucesso em todo o país, e consiste na estimulação das matrizes, através do uso de hormônio, para entrarem no cio. A partir daí, são programadas os dias e horários das visitas técnicas para a inseminação. Com isto, os nascimentos dos bezerros também ficam programados, o que permite uma produção de leite maior, em um mesmo período e, consequentemente, maior lucro para os agricultores familiares.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.