Campanha de coleta de pilhas e baterias da Aiba e da Abapa chega a 45 pontos de entrega voluntária

A campanha começou em 2019, até o momento recolheu a soma de 170 quilos

Em 27/03 de 2020

Zé Filho | Ascom Aiba

O programa de coleta de pilhas e baterias, promovido pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e a Associação Baiana de Produtores de Algodão (Abapa), continua avançando nas áreas rurais e urbanas da região oeste. Na terceira semana de março a empresa Retec, especializada em tecnologia em resíduos, coletou mais de 50 quilos desse tipo de material, em dez dos 45 pontos que aderiram ao programa. A campanha começou em 2019, até o momento recolheu a soma de 170 quilos.

“Um dos objetivos dessa campanha é despertar a consciência de moradores do campo e das cidades sobre a nossa produção de resíduos perigosos. Diariamente esses resíduos, que liberam substâncias tóxicas como mercúrio, chumbo, cobre, zinco, cádmio, manganês, níquel e lítio, vão para o lixo comum, o que pode gerar a contaminação da água, do solo e, consequentemente, da população, com o aumento da ocorrência de câncer e problemas neurológicos”, afirmou a gestora ambiental Raquel Paiva, analista da Aiba. A profissional destacou que o público alvo da campanha é composto por escolas de ensino fundamental, médio, faculdades, entidades de classe e comércio em geral.

A ideia é trazer consciência de que não é só no campo que se produz resíduos perigosos, muito pelo contrário, a maioria das fazendas dispõe de coleta seletiva, destina corretamente os resíduos produzidos no processo produtivo e muitos desses resíduos contam com o apoio de programas de reciclagem, a exemplo das embalagens de agroquímicos vazias, que são destinadas para as centrais campo limpo, instaladas em seis regiões da região oeste. Já a população da cidade, além de produzir mais resíduos, não conta com programas de coleta seletiva e ainda descartam todos os dias lixo perigoso no lixo comum.

No Brasil são produzidas cerca de 800 milhões de pilhas comuns e 10 milhões de baterias de celular a cada ano. O uso cada vez mais amplo desse tipo de artefato ameaça o meio ambiente, uma vez que as empresas que os comercializam não fazem a logística reversa. A cidade de Barreiras concentra 35 pontos de entrega voluntária, sendo os demais, localizados em Luís Eduardo Magalhães, Correntina e Formosa do Rio Preto.

Confira a relação de Pontos de Entrega Voluntária (PEV):

Barreiras-BA

  • Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (AIBA)
  • Associação Baiana do Produtores de Algodão (ABAPA)
  • Agropastoril Antônio Balbino
  • Banco do Brasil
  • Câmara de Dirigentes e Logistas (CDL)
  • Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (CREA-BA)
  • Centro Territorial De Educação Profissional Da Bacia Do Rio Grande (CETEP)
  • Colégio Octávio Mangabeira
  • Colégio Municipal São João Riachinho
  • Clínica São João
  • Embasa
  • Escritório da Fazenda Zuttion
  • Escritório do Condomínio Gatto
  • Centro Universitário São Francisco de Barreiras (UNIFASB)
  • Centro de Abastecimento de Barreiras (CAB)
  • Fermacon
  • Hospital Central de Barreiras
  • Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA)
  • Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA)
  • Grupo Mavel
  • Parque Vida Cerrado
  • Rádio AM790 e Transamérica
  • Rádio Vale
  • Receita Federal
  • Rotary Clube no Hotel Solar
  • TV Oeste
  • Secretaria da Fazenda (SEFAZ)
  • Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo (SEMATUR)
  • Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras (SPRB)
  • Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) Reitoria e Campus
  • Universidade do Estadual da Bahia, Campus IX (UNEB)
  • Parque Solar Sertão Barreiras
  • 4º Batalhão de Engenharia de Construção (4º BEC);
  • 10º Batalhão – Posto da Polícia Militar
  • 1º Ofício de Notas de Barreiras-BA

Luís Eduardo Magalhães-BA

  • Associação Baiana do Produtores de Algodão (ABAPA)
  • Fundação Bahia
  • Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB)
  • Pivodrip
  • Pivot Lindsay

Correntina-BA

  • Secretária Municipal de Meio Ambiente

Formosa do Rio Preto-BA

  • Secretária Municipal de Meio Ambiente

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.