Aiba e Abapa itinerantes chegam à Roda Velha

Comunidade agrícola é a segunda a receber as equipes das entidades de classe para discutirem demandas locais

Em 29/07 de 2019

Maior produtor brasileiro de algodão, o distrito de roda Velha, que pertence ao município de São Desidério, enfrenta alguns gargalos para manter o título e a alta produtividade em campo. Um deles é o fornecimento de energia elétrica em quantidade e qualidade suficientes para manter os pivôs e as algodeiras da região. A queixa é antiga, mas pouca coisa tem sido feita neste sentido. Pensando em buscar respostas e soluções para este problema, a Aiba e Abapa convidaram representantes da Coelba para participarem da tradicional reunião da comunidade, que aconteceu na noite desta quinta-feira (25).

Segundo o gestor da unidade de atendimento da Coelba, Leonardo Matos, a concessário tem buscado junto à Eletrobras ampliar a sua capacidade de atender a demanda local, que é equivalente a de uma grande cidade. “Nenhuma empresa pode comprar mais do que 5% da sua capacidade de distribuir. Então estamos nos estruturando para isso, com estimativa de suprir a necessidade até 2024 “ , anunciou, ressaltando que de imediato a empresa está blindando 230 km de rede, com a troca de isoladores, cruzetas, postes e com a instalação de pará-raios, visando prestar um serviço melhor.

Além da questão energética, a pauta incluiu outros temas relacionados ao agronegócio. Como acontece todos os anos, em uma espécie de “prestação de contas” aos associados que não têm tempo de acompanhar de perto as ações das instituições, a Aiba e Abapa apresentaram os projetos e programas que vêm sendo executados pelo setor agrícola, representado pelas duas entidades de classe.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.