Aiba e Abapa atualizam cartilha com recomendações para prevenção da Covid-19 para as empresas do setor agrícola

Cartilha especial elenca medidas práticas direcionadas aos agricultores, gestores e trabalhadores do campo e do escritório ligados ao setor agrícola

Em 24/06 de 2020

Assessoria de Imprensa Abapa | Araticum Comunicação

Com o avanço do coronavírus e de novas recomendações pelas autoridades de saúde, as associações de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e Baiana de Produtores de Algodão (Abapa) atualizaram a cartilha especial com recomendações para a prevenção da doença nas propriedades rurais. Nesta versão revisada, as entidades também incluíram os cuidados para evitar o contágio da Covid-19 também pelas indústrias de beneficiamento de algodão. Disponível para ser acessada pelos meios digitais, a cartilha especial elenca medidas práticas direcionadas aos agricultores, gestores e trabalhadores do campo e do escritório ligados ao setor agrícola.

“Estamos avançando para sair desta pandemia, mas todos ainda precisamos estar atentos. Nas fazendas não seria diferente. O setor agrícola continua fazendo a sua parte produzindo no campo demonstrando o quanto o trabalho dos produtores rurais é essencial e não pode parar. Para isto, mudamos as rotinas e implementamos as regras para evitar o contágio do coronavírus. Essa cartilha atualizada abrange novas informações para apoiar o setor agrícola com os cuidados que devem continuar sendo tomados para manter a saúde dos nossos trabalhadores e das suas famílias, mantendo-os produtivos em suas atividades”, afirma o presidente da Aiba, Celestino Zanella.

O presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato, parabeniza a atuação dos produtores rurais baianos, principalmente do Oeste, que adotaram as medidas na hora certa para evitar a circulação do vírus dentro das fazendas. “Além de disponibilizar, juntamente com a Aiba, toda a informação atualizada aos seus associados, a Abapa tem realizado um trabalho preventivo com a parceria do Sesi de monitoramento com foco na Covid-19 com medição de temperatura e triagem dos trabalhadores. Todas estas ações somente reforçam a seriedade que o setor agrícola tem com a saúde e com a vida dos seus profissionais”, afirma.

Com o apoio institucional do SESI, a publicação segue normas e regras das autoridades de saúde que visam eliminar a circulação do coronavírus, mas adaptadas para os ambientes das fazendas como refeitórios, oficinas, barracão de máquinas, salas de reuniões, algodoeiras, e outros espaços específicos existentes nos empreendimentos agrícolas. Direcionada aos produtores rurais, área de recursos humanos e colaboradores das fazendas, a cartilha especial “Cuidados e Recomendações para prevenção da Covid-19 na Indústrias de Beneficiamento de Algodão e Propriedades Rurais”, poderá ser acessada digitalmente nas áreas de publicações da Abapa e da Aiba.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.