Agricultura familiar é destaque no espaço da EBDA na Fenagro 2013

Aproximadamente 70% dos alimentos que chegam à mesa das famílias brasileiras são provenientes da agricultura familiar, segmento que, na Bahia, tem 665 mil famílias. Para apresentar essa extensão da zona rural na capital baiana, a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), órgão oficial de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), vinculado à Secretaria da Agricultura […]

Em 30/11 de 2013

01Aproximadamente 70% dos alimentos que chegam à mesa das famílias brasileiras são provenientes da agricultura familiar, segmento que, na Bahia, tem 665 mil famílias. Para apresentar essa extensão da zona rural na capital baiana, a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), órgão oficial de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), vinculado à Secretaria da Agricultura (Seagri), montará o Espaço do Agricultor Familiar, na Fenagro 2013, entre os dias 30 de novembro e 08 de dezembro, no Parque de Exposições de Salvador.

Durante os nove dias de evento, os visitantes do estande da EBDA terão contato com as principais tecnologias de convivência com a seca, que amenizam as dificuldades do homem do campo no Semiárido baiano. Serão dispostas as alternativas de alimentação animal, plantio diversificado de culturas, metodologias de irrigação, entre outras tecnologias. “O ano de 2013 não foi fácil para o agricultor familiar, que enfrentou uma das maiores secas, das últimas décadas. Entretanto, existem alternativas que auxiliam na convivência com esses tempos difíceis. O papel da EBDA é levar tecnologia, assistência técnica e resultados de pesquisas para estas famílias”, afirmou o presidente da EBDA, Elionaldo de Faro Teles.

Apresentação
O estande abarcará uma área especial dedicada às crianças, que funcionará diariamente, a partir do dia 01 de dezembro, das 10h às 22h, contando com programação interativa, apresentação teatral, leitura de contos, brincadeiras e desenhos. “Esse é o primeiro ano do Espaço Infantil, e desde já, acho que será um sucesso entre a garotada. Buscaremos, de uma forma lúdica, ensinar para as nossas crianças a importância de uma alimentação saudável e os valores da agroecologia”, comentou Teles.

A Central de Laboratório da Agropecuária (CLA), pertencente à EBDA, vai expor mostras de pesquisas em diversas áreas. Estarão disponíveis estudos referentes à biologia molecular, doenças em plantas, mosca das frutas, além de classificação vegetal, que analisa alimentos como feijão, arroz, trigo, dentre outros, para emissão de laudos e certificação de produtos.

Ainda na programação da empresa, será realizado o lançamento do livro “A Palma Forrageira no Estado da Bahia: diagnóstico, recomendações técnicas e uso na alimentação animal e humana”, de autoria dos técnicos da EBDA, Jorge de Almeida, Clovis Pereira Peixoto e Carlos Alberto da Silva Ledo. Na obra, os autores apresentam o resultado de uma pesquisa descritiva, realizada em 130 municípios da região semiárida do Estado, onde é comprovada a importância econômica do cultivo da palma, além de trazer recomendações técnicas para o cultivo, preparo do solo, colheita, utilização na alimentação animal, receitas culinárias que permitem inserir o cacto na alimentação humana.

Outro evento que movimentará o Espaço do Agricultor Familiar será a homenagem a um técnico da empresa, cerimônia que comemora o Dia do Extensionista Rural, com data em 6 de dezembro. Os extensionistas são os agrônomos, técnicos agrícolas, veterinários, sociólogos, zootecnistas, assistentes sociais e outros profissionais dedicados à tarefa de disseminar conhecimento entre os agricultores familiares, respeitando os conhecimentos, saberes e culturas dos agricultores.

A participação da EBDA não fica restrita ao estande. A empresa também demonstrará, de forma interativa e dinâmica, as diversas fases de 12 cadeias produtivas do estado, dentre elas a mandioca, cana-de-açúcar, guaraná, algodão, mamona, sisal, dendê, ovinos e caprinos e borracha. A EBDA ainda promoverá caravanas de agricultores familiares vindos dos municípios de Ribeira do Pombal, Esplanada, Barra, Teolândia, Itanagra, Ipirá, Arembepe e Mata de São João, que conhecerão a feira, o Espaço do Agricultor, além de participar de cursos, oficinas, seminários, palestras e reuniões que debaterão temas importantes sobre agroecologia, o uso da palma da alimentação animal, dentre outros assuntos importantes para o desenvolvimento da agricultura familiar baiana.

Comercialização de produtos da agricultura familiar
A EBDA também trabalha, no campo, com a formação dos agricultores familiares, em diversas áreas, a exemplo de artesanato, produção de alimentos, extrativismo e outros, acompanhando o produtor rural em todas as etapas da cadeia produtiva. Por isso, a empresa é uma das apoiadoras da Feira Baiana de Economia Solidária e Agricultura Familiar (Febasfes), que está em sua quarta edição, na Fenagro, e visa incentivar e ampliar a comercialização dos produtos da Agricultura Familiar.

Neste ano, os visitantes da Fenagro 2013 poderão conhecer e adquirir mais de 200 produtos oriundos da agricultura familiar, como achocolatado, doces, frutas, mel, cachaça e muitos outros, que serão comercializados em uma loja da Cesta do Povo, montada na Feira.

“A Fenagro é uma excelente oportunidade para divulgarmos e apresentarmos os produtos da agricultura familiar, que desde o mês de julho são vendidos em todas as lojas da Cesta do Povo, nos quatro cantos da Bahia”, disse o diretor de Agregação de Valor e Acesso a Mercados da Seagri/Suaf, Jeandro Ribeiro, enfatizando que o objetivo da Febasfes é criar oportunidade de negócios e campo de comercialização para as cooperativas e associações de agricultores familiares.

Segundo Ribeiro, a Fenagro contará com uma praça de alimentação, com 20 empreendimentos da agricultura familiar, onde será possível consumir produtos como beijus, sucos, mariscadas, maniçoba e tilápia.

A Febasfes é uma iniciativa da União das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária do Estado da Bahia (UNICAFES Bahia), com o apoio da Superintendência de Agricultura Familiar da Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (SUAF/SEAGRI), da (EBDA) e do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Fonte: Assimp/EBDA

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.