16/abril/2018- Atualizado em 16/04/2018 12:34:49

Secretaria da Educação busca em Brasília investimentos para projetos educacionais na Bahia

O secretário estadual da Educação, Walter Pinheiro, vem participando esta semana, em Brasília, de uma série de encontros com representantes de diversas instituições, entre elas o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), Unesco, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC), o Banco Mundial e a representante mundial de operadoras de telefonia móvel GSMA.

O objetivo é apresentar projetos e atrair investimentos para a Bahia, no âmbito do Programa Educar para Transformar, além da participação dos mesmos no Virtual Educa, um dos maiores eventos internacionais para a Educação na América Latina, que será realizado, pela primeira vez na Bahia, de 4 a 8 de junho, e onde será lançado o programa Think Blue, do Banco Mundial.

“Estamos desenvolvendo várias ações para fortalecer o eixo pedagógico das escolas e, neste sentido, temos buscado parcerias para investimentos em projetos que aliam inovação, ciência e tecnologia aplicadas à educação. Lançamos, por exemplo, o e-Nova Educação em parceria com o Google, além do Inova Escola, junto com a Telefônica Vivo. Agora, estamos dialogando com outros organismos nacionais e internacionais”, afirmou Pinheiro, que está, nesta quarta-feira (11), na capital federal, onde começou os encontros na terça (10).

O secretário vem participando, nos últimos anos, de congressos mundiais nas áreas de Educação e Tecnologia, buscando atrair para a Bahia projetos e parcerias estratégicas. “Participamos, em 2018, do Congresso Mundial de Tecnologia Móvel, organizado pela GSMA, em Barcelona, onde apresentamos as soluções e plataformas utilizadas na Bahia. Também estivemos no Festival Jovem Juvenil (YOMO) e queremos trazer para o Virtual Educa Bahia 2018 as soluções de tecnologia aplicadas à Educação lá apresentadas”.

A GSMA representa as operadoras de telefonia móvel em todo o mundo, unindo cerca de 800 operadoras com mais de 300 empresas no amplo ecossistema móvel, incluindo fabricantes de celulares e aparelhos, empresas de software, fornecedores de equipamentos e empresas de internet, e também organizações de setores adjacentes da indústria. A GSMA também produz eventos líderes do setor.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!