16/Março/2017- Atualizado em 16/03/2017 19:03:29

Projeto Via Sacra da Vila Amorim pode se tornar patrimônio cultural imaterial

Silvania Costa

Carlos Augusto Brito, membro do Conselho Administrativo da Comunidade São Francisco de Assis, do bairro Vila Amorim | Foto: Silvania Costa

Carlos Augusto Brito, membro do Conselho Administrativo da Comunidade São Francisco de Assis, do bairro Vila Amorim | Foto: Silvania Costa

A Tribuna Popular desta quarta-feira, 15, foi ocupada pela comunidade São Francisco de Assis, do bairro Vila Amorim, que usou o espaço para apresentar uma sinopse do projeto Via Sacra ao Vivo que é realizado todos os anos na Sexta-feira Santa com o objetivo de evangelizar por meio da encenação da Paixão de Cristo.

O projeto acontece há trinta e cinco anos e faz uma junção de cultura e fé ao relembrar a história e a ida de Jesus ao calvário. Por considerar o tempo do trabalho feito pelos participantes e a importância de manter a tradicional manifestação religiosa, a comunidade São Francisco de Assis pediu o reconhecimento e o apoio da Câmara de Vereadores para que o evento entre para o calendário do município.

A Tribuna Popular foi ocupada por Carlos Augusto Brito, membro do Conselho Administrativo da comunidade e contou com a participação de diversos moradores que ficaram satisfeitos e confiantes quando o presidente da Câmara, Gilson Rodrigues, afirmou que a Mesa Diretora vai protocolar um projeto fazendo com que a encenação da Via Sacra ao Vivo, torne-se Patrimônio Cultural Imaterial de Barreiras e que faça parte do calendário.

A iniciativa do presidente Gilson Rodrigues teve o apoio dos demais vereadores que consideram a importância do projeto para a sociedade, ao destacarem que este é um meio de envolvimento e ocupação, em especial, para a juventude, afastando os adolescentes da violência e das drogas. Por isso, uma Moção de Aplauso, de iniciativa do vereador João Felipe, foi concedida à comunidade.

Tags:

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!