19/abril/2017- Atualizado em 19/04/2017 10:38:57

Indignados com Zito Barbosa, servidores municipais de Barreiras ameaçam fazer paralisação

Osmar Ribeiro*

Em Assembleia Integrada pelo reajuste e data base, servidores municipais lotam Plenário da Câmara de Barreiras

Insatisfeitos com a falta de proposta por parte da Prefeitura, os servidores municipais fizeram do Plenário da Câmara de Vereadores de Barreiras, na tarde de ontem (18), palco da maior assembleia integrada já realizada na cidade.

Mais de 800 servidores filiados ao Sindsemb, Sinprofe e Sind-Acs aprovaram a luta unificada em favor da pauta do reajuste salarial e data base 2017, e decidiram, como primeira ação, aguardar a reunião pré-agendada para quinta-feira, 20 de abril, quando o governo apresentará uma possível proposta de percentual. Também ficou decidido, que se não houver acordo, todas as atividades poderão ser paralisadas até que haja um posicionamento positivo para as categorias.

A consternação esteve presente durante toda a assembleia. Em diversos depoimentos foi possível perceber a insatisfação de cada um dos presentes, que reivindicavam a valorização do funcionalismo público, cobrando um posicionamento da administração pública, citando exemplo de vários municípios circunvizinhos que já cederam o reajuste e cumpriram a data base 2017, pagando o retroativo.

Os representantes do governo municipal, novamente apresentaram o balanço financeiro e a inviabilidade de conceder o reajuste, citando a Lei de Responsabilidade Fiscal, mas os servidores foram enfáticos ao criticar as contratações e nomeações recorrentes em Barreiras. O secretário de finanças Marcelo Abreu, em diversos momentos foi interrompido e questionado sobre a resistência do prefeito Zito Barbosa em cumprir com a data base e propor um reajuste adequado ao funcionalismo.

“Em todas as citações do governo sobre o funcionalismo, eles ratificaram que somos o maior patrimônio do município. Diante dessa situação, desse imbróglio, eu questiono: a gestão municipal está valorizando e cuidando desse ‘patrimônio´?. Queremos sim, que nos respeitem e que abonem nossos direitos”, disse o servidor Jefferson Silva.

Com o resultado da reunião desta quinta-feira, cada sindicato irá informar aos seus filiados, através dos meios próprios de comunicação, as orientações quanto à realização de nova assembleia.

* Com fotos e informações da Ascom/Sindsemb

Tags:

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!