27/Março/2018- Atualizado em 27/03/2018 10:20:32

Fé e devoção sertaneja são retratadas em livro e filme que serão lançados nesta quarta-feira em Salvador

Nesta quarta-feira (28) que antecede o feriado da Semana Santa, o projeto Trilha de Reis lança, em Salvador, duas obras que retratam a manifestação de fé dos Ternos de Reis do Alto Sertão da Bahia. O livro ‘Reiseiros, vida de sorte e saúde’ e o longa-metragem ‘Tudo tem um tempo’ narram e ilustram os simbolismos da tradição religiosa e cultural dos reisados sertanejos, por meio das vivências e visões de mundo dos seus membros mais antigos e apaixonados. Iniciativa tem o apoio do Governo do Estado, por meio do programa Fazcultura, e contempla também uma websérie com 10 episódios, disponível no site da iniciativa.

O lançamento, que contará com a exibição do filme em primeira mão para o público soteropolitano, será a partir das 18h, no Espaço Itaú de Cinema – Glauber Rocha, com entrada gratuita. Organizado pelos realizadores do projeto, Cristiano Britto e Sabrina Alves, sócios da Olho de Peixe Filmes, o livro traz, em textos e fotos, um relato da vivência experimentada pela equipe do projeto durante o sua realização, que contemplou um período de pesquisa e o registro do Reisado no Alto Sertão da Bahia no ano de 2017, representados por alguns dos Ternos mais tradicionais da região.

A publicação de 128 páginas tem textos assinados pela jornalista Luciana Accioly, mestre em Artes Visuais e especialista em Cultura Brasileira e Linguagens Artísticas Contemporâneas. As imagens são de Ricardo Prado, fotógrafo pesquisador das expressões artísticas e religiosas da Bahia. “Os registros seguem a linha conceitual do projeto que propõe uma narrativa em tom intimista do universo apresentado, através das ‘vozes’ dos próprios retratados e de uma vivência obtida a partir do contato da equipe realizadora com os mesmos”, explica Britto, sócio da Olho de Peixe.

O documentário narra a jornada de seis dias de peregrinação dos Reiseiros do Riacho da Vaca, comunidade que abriga um dos Ternos mais antigos da região. Foi por meio de um reiseiro desta comunidade que surgiu a inspiração para o projeto. “Em 2010, conhecemos José Sabino, reiseiro de 92 anos que acabou falecendo dois anos depois. Apesar da saúde debilitada, esse reiseiro de personalidade intrigante ainda falava sobre a tradição do Reis de forma muito apaixonada e cativante. A partir daí, nasceu o interesse em conhecer o Ritual do Reis e entender o porquê daquela tradição estar sendo perpetuada por aquela comunidade há mais de 150 anos”, explica Sabrina Alves, sócia da Olho de Peixe e diretora do filme.

Fazcultura
Parceria entre as secretarias estaduais de Cultura (Secult) e Fazenda (Sefaz), o Fazcultura integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.

Fonte: Secom Bahia | Foto: Ricardo Prado/Secult

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!