23/Janeiro/2018- Atualizado em 23/01/2018 10:00:51

É um recuo? Zito Barbosa diz que vai ouvir desportistas sobre construção de escola no campo da Morada da Lua

Osmar Ribeiro

Campo do bairro Morada da Lua, aparentemente com os dias contados | Foto: Arquivo E.C. Morada da Lua

Após a matéria de bastante repercussão publicada no FalaBarreiras “Prefeitura vai construir Escola no Campo da Morada da Lua; comunidade é contra”, prefeito declara que realmente existe um projeto de construir uma escola no bairro, porém o local ainda não está definido. Em sua fala, Zito deixa escapar que pretende mesmo usar o espaço do campo de futebol para a construção da escola, porém, antes do início, irá se reunir com a comunidade do bairro para oferecer um novo espaço para a prática esportiva.

Joacir Batista, diretor do E. C. Morada da Lua, vê a fala do prefeito como um pequeno recuo do administrador e comemora, “vejo com muita alegria e esperança quando o prefeito diz que vai ouvir a comunidade esportiva para definir onde irá construir a escola. Se ele realmente rever sua posição inicial, partindo de uma vontade da população, não só da Morada da Lua, mas de todos os desportistas barreirenses, tenho certeza que não perderemos o único espaço de lazer de nossas crianças, adolescentes e jovens de nossa comunidade”.

Segundo Joacir, representantes do departamento de esportes da Prefeitura Municipal de Barreiras, informaram de forma extraoficial que possivelmente a prefeitura poderia adquirir uma área no “pé da serra” para construção do campo, o que provoca resistência na comunidade, “não aceitaremos de forma alguma, conhecemos a área e sabemos que não há nenhuma condição de construção de campo com as mesmas dimensões do que temos e com péssima localização”, declara o dirigente do Morada da Lua que complementa, “se o nosso gestor for realmente um democrata, tenho certeza que ele não irá construir a escola no campo, pois essa é a vontade da maioria absoluta de nossa comunidade”.

Em um movimento realizado pela diretoria do E.C. Morada da Lua, foram coletadas mais de 700 assinaturas num abaixo assinado contra a desativação do Campo, objeto da disputa. A diretoria continuará buscando mais assinaturas. Quando atingir mil, será entregue ao prefeito em reunião a ser marcada.

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!