11/dezembro/2013- Atualizado em 13/12/2013 7:29:25

Comunidade de Seabra pode se tornar grande produtor de abacaxi

Por: Viviane Cruz e Josalto Alves
Foto: Daniela Silva

01Grande produtor de café em passado recente, cultura que decaiu por causa da longa seca que ainda assola o Estado, a localidade da Churé, no município de Seabra, na Chapada Diamantina, pode se transformar num grande produtor de abacaxi, a exemplo de Itaberaba. Esse é objetivo da Associação Comunitária de Churé, que congrega 360 agricultores, preparados através de curso ministrado pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura, para o plantio de abacaxi, conforme disse o coordenador regional da EBDA em Itaberaba, Luciano Lima.

“Esta é uma excelente opção para a região”, disse o secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, ao receber das mãos do presidente da Associação Comunitária de Churé, João Souza Lopes (Zuzu), ofício solicitando projeto para a implantação desta cultura na região e a doação de 500 mil mudas de abacaxi. “A agricultura familiar é prioridade do governo Wagner”, disse Salles, acrescentando que a implantação do projeto poderá dar sustentabilidade a milhares de agricultores da região. Salles disse ainda que “nosso desejo é esta região volte a produzir café, em consórcio com o abacaxi”.

O encontro do secretário com a liderança da Associação Comunitária de Churé aconteceu em Seabra, na manhã desta terça-feira (10) durante reunião promovida pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Seabra e Região, para debater as ações estruturantes de convivência no semiárido que o governo estadual está implementando através da Seagri.

Ao abrir o encontro, o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Seabra, João Gomes, apresentou o panorama das ações e projetos desenvolvidos pela instituição, que envolve produtores dos municípios de Seabra, Boninal, Ibitiara, Iraquara, Lençóis, Palmeiras, Piatã e Utinga.

Participaram do evento centenas de produtores e trabalhadores rurais, presidentes de associações e cooperativas e prefeitos da região, além do superintendente adjunto do Senar-BA, Humberto Miranda; coordenador técnico do Senar, Rui Dias, representantes do Sebrae.

Fonte: Ascom Seagri

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!