05/novembro/2018- Atualizado em 05/11/2018 16:15:09

Barreiras sediará evento para criação do Fórum Permanente de Teatro dos Territórios de Identidade dos Rios Corrente, Grande e Velho Chico

Dentro do Programa Cultura e Arte por Toda Parte, a Diretoria de Cultura do Município de Barreiras apoiará o Ponto de Cultura Flor do Trovão na promoção de três importantes eventos culturais no período de 09 a 11 de novembro de 2018. “A Mostra Oscar Rodrigues de Teatro”, “A Cadeia Produtiva do Teatro no Território da Bacia do Rio Grande/Desafios e Perspectivas” e a fundação do “Fórum Permanente de Teatro dos Territórios de Identidade dos Rios Corrente, Grande e Velho Chico”.

A Mostra Teatral Rodrigues de Teatro contará com a participação de companhias de teatro de Barreiras e São Desidério e apresentações de performances de artistas da cidade de Caitité. A mostra reconhece a figura do ator e diretor de teatro barreirense Oscar Rodrigues que durante os anos 70 e 80 participou de vários trabalhos no campo do teatro religioso através de Vias Sacras e a Vida de João Batista. A Mesa Redonda Cadeia Produtiva do Teatro no Território da Bacia do Rio Grande/Desafios e Perspectivas consiste em depoimentos e trocas de experiências sobre o fazer teatral pelos artistas, grupos e companhias de teatro, e os participantes apontarão caminhos como forma de fomentar e qualificar o fazer teatral dos grupos teatrais, instituições culturais da sociedade civil organizada e entidades públicas.

Após a execução da Mesa Redonda serão montados grupos de trabalho onde os participantes elaborarão propostas contendo diretrizes, objetivos, ações e estratégias que serão condensados em um documento a ser encaminhado para gestores públicos municipais de cultura com o objetivo da criação de políticas específicas para o teatro. Depois de terem aprovadas pela plenária, as propostas dos grupos de trabalho, os participantes do evento Cadeia Produtiva do Teatro no Território da Bacia do Rio Grande/Desafios e Perspectivas criarão o Fórum Permanente de Teatro dos Territórios de Identidade dos Rios Corrente, Grande e Velho Chico. Uma ferramenta democrática que se estrutura com base no artevismo e de forma colaborativa entre a sociedade civil/agentes culturais e o poder público local.

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!